Psicose é associada à anomalida cromossômica

NOVA YORK – Um pequeno estudo com pessoas com um raro distúrbio genético indica que anomalias cromossômicas características do problema também podem contribuir com a psicose na população em geral.
NOVA YORK – Um pequeno estudo com pessoas com um raro distúrbio genético indica que anomalias cromossômicas características do problema também podem contribuir com a psicose na população em geral.
O distúrbio, chamado síndrome de Prader-Willi, surge de uma falha genética envolvendo o cromossoma 15. As novas descobertas indicam que variações em um gene deste cromossoma também podem ajudar a determinar a suscetibilidade à psicose na população geral, de acordo com um estudo publicado na edição de 12 de janeiro da revista “The Lancet”.

Entre 25 adultos com a síndrome de Prader-Willi, 28 por cento tinham psicose, disseram Anthony Holland, da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, e sua equipe.

A síndrome ocorre devido a um defeito em genes marcados, que são vitais para o crescimento e o desenvolvimento. Ao contrário da maioria dos genes, os marcados são ativados ou desativados dependendo de quem, pai ou mãe, eles foram herdados.

Fonte: Reuters /
Rio, 12 de janeiro de 2002

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.