Revista PSYU Nº6 – Coluna NEO (1) – Novembro/2000

Psicologia e Informática: Estamos preparados para atender às demandas geradas pela informatização da sociedade?

Psicologia e Informática: Estamos preparados para atender às demandas geradas pela informatização da sociedade?

Tendo em mente as idéias com que apresentamos o “NPPI” aqui no Psyu!, seria redundante reafirmarmos a atualidade e relevância dessa temática para a formação e atuação dos psicólogos. Já é fato bem conhecido: independentemente da área em que pretendemos atuar, ou da nossa opção por essa ou aquela abordagem em Psicologia, estamos sendo cada vez mais solicitados a opinar e intervir frente a situações nas quais está envolvido o uso (ou o “abuso”) dos recursos derivados da informática e das novas tecnologias.

Podemos citar um exemplo bem concreto: talvez poucos saibam, mas em 25 de setembro de 2000 o CFP publicou a resolução nº 003/2000 que delimita e regulamenta de forma rigorosa o atendimento psicoterápico mediado por computador. “Ora – dirão alguns – eu não tenho a menor intenção de trabalhar dessa maneira!”. Ocorrem porém, que essa mesma resolução reconhece e regulamenta outras formas de serviços não psicoterapêuticos em Psicologia, também mediados pelo computador. Exemplos: as diversas formas de “orientação psicológica” nas áreas da saúde, educação, reabilitação, consultorias a empresas, etc..

Em suma: está se abrindo um novo e precioso campo para a atuação dos novos profissionais. Em paralelo surge também a rica chance de criação e desenvolvimento de novas formas de prestação de serviços psicológicos à comunidade em geral. Surge então a pergunta inevitável: estaremos preparados para corresponder a essas novas demandas?

Penso que essa coluna aberta pelo Psyu poderá se tornar um espaço privilegiado para o estímulo a essa reflexão, bem como para darmos alguns passos no sentido da criação de condições que favoreçam ao aluno de Psicologia a busca e construção desse preparo.

Para tanto oferecemos duas formas de participação do NPPI: por um lafo, para ‘aquecer’ nosso contato, estaremos trazendo textos produzidos por nossos atuais estagiários, textos estes baseados nas reflexões e serviços já desenvolvidos em nosso grupo; por outro lado estaremos propondo desde já um diálogo realmente ‘interativo’ com os leitores do Psyu, seja sobre os temas que serão aqui abordados, seja sobre outros assuntos correlatos. Para agilizar esse diálogo, anote nosso e mail: clinpsic@pucsp.br – sua mensagem será realmente bem vinda.
ROSA MARIA FARAH, COORDENADORA DO NPPI (NÚCLEO DE PESQUISAS EM PSICOLOGIA E INFORMÁTICA), DA CLÍNICA PSICOLÓGICA DA PUC-SP.

,

Comments are closed.