Brasil e Argentina garantem atendimento gratuito a portadores do vírus da AIDS

Ministros da Saúde do Brasil e da Argentina, respectivamenteHumberto Costa e Ginés González García, confirmaram durante aassembléia anual da OMS (Organização Mundial da Saúde), em Genebra(Suíça), que seus governos apóiam o fornecimento público de remédiospara doentes de Aids sem poder aquisitivo.

[url=http://www.fenam.org.br/noticia.php?#20040520_3]Fonte: Federação Nacional dos Médicos[/url]Ministros da Saúde do Brasil e da Argentina, respectivamenteHumberto Costa e Ginés González García, confirmaram durante aassembléia anual da OMS (Organização Mundial da Saúde), em Genebra(Suíça), que seus governos apóiam o fornecimento público de remédiospara doentes de Aids sem poder aquisitivo.

[url=http://www.fenam.org.br/noticia.php?#20040520_3]Fonte: Federação Nacional dos Médicos[/url]A este respeito, Humberto Costa afirmou que para países pobres “o mais importante é garantir oacesso aos medicamentos” e que inclusive o Brasil podia cooperarinternacionalmente com isso, facilitando o tratamento de duas milpessoas com Aids nos planos da OMS para cuidar de três milhões dedoentes até 2005.

,

Comments are closed.