Práticas religiosas no contexto do adolescente envolvido com drogas

Estudo epidemiológico realizado por investigadores americanos buscou determinar se adolescentes latino-americanos afiliados a algum tipo de religião estariam expostos a diferentes riscos de experimentar drogas. A partir do estudo de 12 mil indivíduos, observou-se que a religiosidade relaciona-se inversamente à chance de uma primeira exposição a drogas como tabaco e maconha.

Estudo epidemiológico realizado por investigadores americanos buscou determinar se adolescentes latino-americanos afiliados a algum tipo de religião estariam expostos a diferentes riscos de experimentar drogas. A partir do estudo de 12 mil indivíduos, observou-se que a religiosidade relaciona-se inversamente à chance de uma primeira exposição a drogas como tabaco e maconha.

Adolescentes praticantes de crenças religiosas se mostraram menos propensos ao uso de drogas por diversas substâncias, mas nenhum efeito protetor foi observado com relação ao consumo de álcool. Os dados foram expostos na última edição do American Journal of Epidemiology, revista da Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health.

[url=http://aje.oupjournals.org/cgi/content/abstract/159/12/1180]Fonte: American Journal of Epidemiology 2004; 159:1180-1188[/url]

,

Comments are closed.