Saúde e sexo garantidos

Meninos e meninas privados de liberdade ganharão o direito de fazer sexo nas casas de recuperação onde ficam detidos. O Ministério da Saúde e a Secretaria Especial de Direitos Humanos (SEDH) assinarão uma portaria garantindo atendimento básico de saúde aos adolescentes. Posteriormente, a SEDH fará um documento específico dando a esses mesmos jovens o direito de receber vista íntima para a prática de sexo. No país, há 16 mil jovens recolhidos em casas de recuperação. Segundo o mais recente levantamento feito pelo Fórum Nacional de Dirigentes Governamentais de Entidades Executoras de Políticas de Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Fonacriad), a maioria desses jovens é privada de sexo porque não recebe visitas íntimas.

[url=http://www.fenam.org.br/noticia.php?#20040630_7]Fonte: Federação Nacional dos Médicos Online [/url]
Meninos e meninas privados de liberdade ganharão o direito de fazer sexo nas casas de recuperação onde ficam detidos. O Ministério da Saúde e a Secretaria Especial de Direitos Humanos (SEDH) assinarão uma portaria garantindo atendimento básico de saúde aos adolescentes. Posteriormente, a SEDH fará um documento específico dando a esses mesmos jovens o direito de receber vista íntima para a prática de sexo. No país, há 16 mil jovens recolhidos em casas de recuperação. Segundo o mais recente levantamento feito pelo Fórum Nacional de Dirigentes Governamentais de Entidades Executoras de Políticas de Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Fonacriad), a maioria desses jovens é privada de sexo porque não recebe visitas íntimas.

[url=http://www.fenam.org.br/noticia.php?#20040630_7]Fonte: Federação Nacional dos Médicos Online [/url]

Comments are closed.