Bruxismo está associado ao tabagismo

Estudo publicado no periódico Community Dentistry and Oral Epidemiology demonstrou associação entre bruxismo e tabagismo. A pesquisa foi realizada através de questionários respondidos por 211 empregados de uma empresa nos anos de 1999 e 2000. Bruxismo foi mais prevalente em fumantes, mas não se correlacionou com estado civil, idade ou sexo. Distúrbios afetivos e do sono foram mais prevalentes em indivíduos com bruxismo (74 indivíduos) que no restante do grupo estudado. Os autores concluíram que o tratamento dos distúrbios temporomandibulares deve envolver a cessação do tabagismo, mas fatores psicossociais e estresse não podem ser ignorados.

[url=http://www.blackwellpublishing.com/abstract.asp?ref=0301-5661&vid=32&iid=4&aid=8&s=&site=1]Fonte: Community Dentistry and Oral Epidemilogy Volume 32, Issue 4, Pages 307-11 – August, 2004[/url]
Estudo publicado no periódico Community Dentistry and Oral Epidemiology demonstrou associação entre bruxismo e tabagismo. A pesquisa foi realizada através de questionários respondidos por 211 empregados de uma empresa nos anos de 1999 e 2000. Bruxismo foi mais prevalente em fumantes, mas não se correlacionou com estado civil, idade ou sexo. Distúrbios afetivos e do sono foram mais prevalentes em indivíduos com bruxismo (74 indivíduos) que no restante do grupo estudado. Os autores concluíram que o tratamento dos distúrbios temporomandibulares deve envolver a cessação do tabagismo, mas fatores psicossociais e estresse não podem ser ignorados.

[url=http://www.blackwellpublishing.com/abstract.asp?ref=0301-5661&vid=32&iid=4&aid=8&s=&site=1]Fonte: Community Dentistry and Oral Epidemilogy Volume 32, Issue 4, Pages 307-11 – August, 2004[/url]

Comments are closed.