Droga não basta para depressão em jovens

Tratar adolescentes depressivos requer mais do que remédios é o que indica uma pesquisa publicada na revista “JAMA. O estudo foi conduzido na Universidade Duke (EUA) com 439 pacientes, entre 12 e 17 anos, diagnosticados com depressão severa e tratados com fluoxetina, princípio ativo do antidepressivo Prozac. Entre os adolescentes conduzidos a sessões regulares de terapia concomitantes ao uso do remédio, 71% apresentaram índices menores de pensamentos suicidas.

[url=http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u12295.shtml]Fonte: Folha de São Paulo Online[/url]
Tratar adolescentes depressivos requer mais do que remédios é o que indica uma pesquisa publicada na revista “JAMA. O estudo foi conduzido na Universidade Duke (EUA) com 439 pacientes, entre 12 e 17 anos, diagnosticados com depressão severa e tratados com fluoxetina, princípio ativo do antidepressivo Prozac. Entre os adolescentes conduzidos a sessões regulares de terapia concomitantes ao uso do remédio, 71% apresentaram índices menores de pensamentos suicidas.

[url=http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u12295.shtml]Fonte: Folha de São Paulo Online[/url]

,

Comments are closed.