Atentados de 11 de setembro ainda fazem vítimas nos EUA

Quase metade dos cerca das 1.000 pessoas estudadas, e que estavam envolvidas no processo de resgate das vítimas dos ataques terroristas ao World Trade Center, em 11 de setembro de 2001, apresentam problemas respiratórios, e mais da metade deles se mantém com sintomas de distúrbios psicológicos, de acordo com dados preliminares de um programa de avaliação custeado pelos Centersfor Disease Control and Prevention (CDC) e levado à cabo pelo MountSinai Medical Center de Nova Iorque. Segundo artigo veiculado pela revista eletrônica American Medical News, da American Medical Association, essa constatação mostra a necessidade de que haja uma infra-estrutura especialmente desenvolvida para prevenir e tratar problemas de saúde em equipes de atendimento de emergência.

Fonte: [url=http://www.ama-assn.org/amednews/2004/10/04/hlbf1004.htm#2]American Medical News[/url]
Quase metade dos cerca das 1.000 pessoas estudadas, e que estavam envolvidas no processo de resgate das vítimas dos ataques terroristas ao World Trade Center, em 11 de setembro de 2001, apresentam problemas respiratórios, e mais da metade deles se mantém com sintomas de distúrbios psicológicos, de acordo com dados preliminares de um programa de avaliação custeado pelos Centersfor Disease Control and Prevention (CDC) e levado à cabo pelo MountSinai Medical Center de Nova Iorque. Segundo artigo veiculado pela revista eletrônica American Medical News, da American Medical Association, essa constatação mostra a necessidade de que haja uma infra-estrutura especialmente desenvolvida para prevenir e tratar problemas de saúde em equipes de atendimento de emergência.

Fonte: [url=http://www.ama-assn.org/amednews/2004/10/04/hlbf1004.htm#2]American Medical News[/url]

Comments are closed.