Aprendizado na infância pode determinar as leis da lingüística

A revista New Scientist publicou os resultados de um estudo feito por um grupo liderado por Ann Senghas, da Universidade de Columbia, EUA. Ele estudou três gerações de crianças surdas em idade escolar em Manágua, capital da Nicarágua. Foi constatado que os estudantes mais velhos usavam uma linguagem de sinais parecida com a das pessoas sem nenhum problema auditivo. Eles descreveram a cena inteiramente com mímica. As crianças mais novas, porém, que tinham interagido com crianças surdas desde a primeira infância, usaram uma série mais complexa de sinais.

Fonte:[url=http://revistagalileu.globo.com/Galileu/0,6993,ECT812573-1940,00.html]Revista Galileu Online[/url]
A revista New Scientist publicou os resultados de um estudo feito por um grupo liderado por Ann Senghas, da Universidade de Columbia, EUA. Ele estudou três gerações de crianças surdas em idade escolar em Manágua, capital da Nicarágua. Foi constatado que os estudantes mais velhos usavam uma linguagem de sinais parecida com a das pessoas sem nenhum problema auditivo. Eles descreveram a cena inteiramente com mímica. As crianças mais novas, porém, que tinham interagido com crianças surdas desde a primeira infância, usaram uma série mais complexa de sinais.

Fonte:[url=http://revistagalileu.globo.com/Galileu/0,6993,ECT812573-1940,00.html]Revista Galileu Online[/url]

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.