A cor da morte

Embora os dados nacionais sobre homicídios ainda apresentem imprecisões, já são suficientes para comprovar que a grande maioria dos indivíduos que têm sua vida interrompida por assassinatos são homens, adolescentes e jovens adultos (em especial entre os 14 e os 30 anos) e, entre eles, principalmente os negros, grupo que, segundo critérios censitários, inclui pardos e pretos.

Fonte: [url=http://cienciahoje.uol.com.br/view/679]Revista Ciência Hoje Online[/url]
Embora os dados nacionais sobre homicídios ainda apresentem imprecisões, já são suficientes para comprovar que a grande maioria dos indivíduos que têm sua vida interrompida por assassinatos são homens, adolescentes e jovens adultos (em especial entre os 14 e os 30 anos) e, entre eles, principalmente os negros, grupo que, segundo critérios censitários, inclui pardos e pretos.

Fonte: [url=http://cienciahoje.uol.com.br/view/679]Revista Ciência Hoje Online[/url]

,

Comments are closed.