Repensando a depressão infantil

Cada vez mais crianças iniciam tratamento para quadros depressivos. Artigo publicado na revista British Medical Journal discute a polêmica questão dos transtornos de humor em crianças. De acordo com Sami Timimi, psiquiatra infantil membro da Lincolnshire Partnership NHS Trust, a decisão de administrar ou não medicamentos a crianças com sintomas de depressão esbarra em questões complexas: de um lado, a pressão da indústria farmacêutica que apela para o consumo cada vez maior de seus produtos. De outro, a falta de habilidade de pais, médicos e demais responsáveis pelo bem-estar infantil em lidar com um problema cada dia mais desconcertante.

Fonte:[url=http://bmj.bmjjournals.com/cgi/content/full/329/7479/1394]British Medical Journal[/url]
Cada vez mais crianças iniciam tratamento para quadros depressivos. Artigo publicado na revista British Medical Journal discute a polêmica questão dos transtornos de humor em crianças. De acordo com Sami Timimi, psiquiatra infantil membro da Lincolnshire Partnership NHS Trust, a decisão de administrar ou não medicamentos a crianças com sintomas de depressão esbarra em questões complexas: de um lado, a pressão da indústria farmacêutica que apela para o consumo cada vez maior de seus produtos. De outro, a falta de habilidade de pais, médicos e demais responsáveis pelo bem-estar infantil em lidar com um problema cada dia mais desconcertante.

Fonte:[url=http://bmj.bmjjournals.com/cgi/content/full/329/7479/1394]British Medical Journal[/url]

,

Comments are closed.