União entre áreas pode tornar mais eficiente o tratamento contra depressão

O trabalho conjunto entre o psiquiatra e o fonoaudiólogo, apesar de pouco difundido entre a comunidade médica, pode ser uma maneira eficiente de se lidar com a depressão infantil e os problemas de linguagem que dela decorrem. A recomendação é um desdobramento do estudo da fonoaudióloga e psicopedagoga Telma Pantano. A pesquisa, apresentada à Faculdade de Medicina (FM) da USP, abordou as relações entre depressão e dificuldade de se compreender e produzir textos.

Fonte: [url=http://www.usp.br/agen/repgs/2005/pags/080.htm]Saber USP[/url]

O trabalho conjunto entre o psiquiatra e o fonoaudiólogo, apesar de pouco difundido entre a comunidade médica, pode ser uma maneira eficiente de se lidar com a depressão infantil e os problemas de linguagem que dela decorrem. A recomendação é um desdobramento do estudo da fonoaudióloga e psicopedagoga Telma Pantano. A pesquisa, apresentada à Faculdade de Medicina (FM) da USP, abordou as relações entre depressão e dificuldade de se compreender e produzir textos.

Fonte: [url=http://www.usp.br/agen/repgs/2005/pags/080.htm]Saber USP[/url]

Comments are closed.