Lançamento Archivos de Saúde Mental e Atenção Psicossocial 2

A Nau Editora lança mais um título da Coleção Archivos, que tem como objetivo ser um veículo de disseminação de idéias e projetos no campo da saúde mental e da atenção psicossocial.

A Nau Editora lança mais um título da Coleção Archivos, que tem como objetivo ser um veículo de disseminação de idéias e projetos no campo da saúde mental e da atenção psicossocial.

Faltando pouco para completar cinco anos da lei que ficou conhecida como a Lei da Reforma Psiquiátrica Brasileira, /Archivos de Saúde Mental e Atenção Psicossocial 2 /vem contribuir no debate acerca da construção de uma rede de atenção psicossocial que possa ser considerada verdadeiramente como /substitutiva/ ao modelo psiquiátrico tradicional de assistência manicomial e que vem sendo extinto paulatinamente no país. Respeitando as suas singularidades e seus objetos específicos, todos os textos desta coletânea estão voltados para o mesmo objetivo: a superação deste modelo.

Com organização de Paulo Amarante (pesquisador / Fiocruz), o livro traz textos de autores de grande prestígio nacional e internacional, como /Resposta à crise: estratégia e intencionalidade da intervenção no serviço psiquiátrico territorial, /de Giuseppe Dell’Aqua e Roberto Mezzina, que certamente é uma referência ímpar para a construção de serviços de atenção psicossocial e /Franco Basaglia em terras brasileiras: caminhantes e itinerários/, de Fernanda Nicácio, Paulo Amarante e Denise Dias Barros, uma leitura em que se pode apreender a profunda dimensão da obra teórica de Basaglia, ainda tão pouco conhecida pelos técnicos da atenção psicossocial ou militantes da luta antimanicomial no Brasil.

Já no primeiro capítulo, a partir da experiência desenvolvida pelos autores em Porto Alegre, somos levados a refletir sobre os ambientes da vida da cidade que promovem o bem-estar ou o sofrimento psíquico, dentre muitas outras questões e opções que devemos escolher daqui para diante. Na seqüência, outro capítulo nos traz o desafio de repensar as questões do campo da saúde mental fora da relação entre as correntes teóricas e as técnicas.

Este Archivos 2, também mostra um panorama do Brasil nessa área, como o caso de Minas Gerais e os Centros de Referência em Saúde Mental, ou simplesmente CERSAMs, como ficaram conhecidos. Trata-se de experiências assistenciais muito importantes, que merecem ser bem conhecidas por sua originalidade e efetiva contribuição ao processo da Reforma Psiquiátrica no campo da construção da rede de atenção psicossocial. O texto de Cláudia Maria Filgueiras Penido, /A Clínica e a formação nos CERSAMs de Belo Horizonte/, é um excelente modo de começar a divulgar essas experiências a um público maior.

Finalmente, seguindo a proposta da coleção, Archivos de Saúde Mental e Atenção Psicossocial 2, recolhe uma pérola de ninguém menos que Machado de Assis. Descoberta e gentilmente sugerida por Laurinda Rosa Maciel, a crônica publicada em A Semana, em 1896, revela o autor de O alienista comentando “a fuga dos doudos do Hospício Nacional de Alienados na Praia Vermelha…” Bem, só lendo! Façam bom proveito!

Paulo Amarante, é médico, psiquiatra, mestre em Medicina Social e doutor em Ciências da Saúde, pesquisador titular e coordenador do laboratório de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca da Fiocruz.

Archivos de Saúde Mental e Atenção Psicossocial 2
Paulo Amarante (coordenador)
Páginas: 224
Preço de capa: R$ 34,00

,

Comments are closed.