Estado desinveste na área social: psicólogos em precariedade crescente

É negro e carregado de dificuldades o quadro com que se deparam os psicólogos de todas as áreas (clínica, social e educacional).Como alternativa ao desemprego e aos contratos precários resta-lhes o serem usados como mão-de-obra gratuita em instituições do Estado, como hospitais, escolas e autarquias. A denúncia partiu do Sindicato Nacional dos Psicólogos, para quem o subaproveitamento desta enorme massa de profissionais qualificados constitui uma triste realidade que acaba por prejudicar gravemente o País.

Fonte: [url=http://www.psicologia.com.pt/noticias/ver_noticia.php?codigo=NO00893]Psicologia.com.pt[/url]
É negro e carregado de dificuldades o quadro com que se deparam os psicólogos de todas as áreas (clínica, social e educacional).Como alternativa ao desemprego e aos contratos precários resta-lhes o serem usados como mão-de-obra gratuita em instituições do Estado, como hospitais, escolas e autarquias. A denúncia partiu do Sindicato Nacional dos Psicólogos, para quem o subaproveitamento desta enorme massa de profissionais qualificados constitui uma triste realidade que acaba por prejudicar gravemente o País.

Fonte: [url=http://www.psicologia.com.pt/noticias/ver_noticia.php?codigo=NO00893]Psicologia.com.pt[/url]

Comments are closed.