Como ajudar seu filho no desenvolvimento da linguagem?

Quantas vezes escutamos coisas do tipo: “nenê qué papá” ou “a mamã vai pega ága pro nenê”? Muitos pais acham perfeitamente natural falar assim com os filhos pequenos, pois acreditam que, falando como eles, garantem um melhor entendimento. Engano deles. A criança aprende por imitação, e nós, adultos, representamos uma referência de aprendizagem para ela. Portanto, temos que servir como modelo de fala para que, com o tempo, a criança possa falar corretamente.
Quantas vezes escutamos coisas do tipo: “nenê qué papá” ou “a mamã vai pega ága pro nenê”? Muitos pais acham perfeitamente natural falar assim com os filhos pequenos, pois acreditam que, falando como eles, garantem um melhor entendimento. Engano deles. A criança aprende por imitação, e nós, adultos, representamos uma referência de aprendizagem para ela. Portanto, temos que servir como modelo de fala para que, com o tempo, a criança possa falar corretamente.
Teoricamente, a criança adquire todos os sons da fala por volta dos cinco anos. Se não houver algum impedimento, será nessa fase que terá maturidade para emitir todos os fonemas corretamente. Alguns fatores podem retardar esse desenvolvimento natural, como o uso prolongado de chupeta e mamadeira, ou mesmo uma alimentação baseada em alimentos moles e de fácil mastigação. Assim, da mesma forma que não é aconselhável aumentar o furo da mamadeira nos primeiros meses de vida, não se deve oferecer à criança apenas o que seja fácil para ela mastigar. Alimentos fibrosos e carnes consistentes devem fazer parte do cardápio, pois, além de serem nutritivos, ajudam no fortalecimento dos músculos da face.

fonte:[url=http://bemstar.ig.com.br/index.php?modulo=corpoevida_mat&type=1&url_id=1611&PHPSESSID=2c73e1ba56d156a72210c6d48ca00d6d]www.bemestar.ig.com.br[/url]

,

Comments are closed.