Quando o medo de engordar é risco de vida

Belíssima” desnuda ditadura a da beleza… Esta é a promessa da TV Globo com a nova novela das oito. Ao entrar no universo de modelos e manequins, a trama promete abordar assuntos delicados do universo feminino, como a anorexia e a bulimia. “Como na ficção, o objetivo maior não é informar ou formar, e sim divertir o público, cabe à comunidade médica esclarecer a população a respeito destes temas”, afirma a endocrinologista e nutróloga Ellen Simone Paiva, que a seguir faz algumas considerações sobre a anorexia nervosa.
Belíssima” desnuda ditadura a da beleza… Esta é a promessa da TV Globo com a nova novela das oito. Ao entrar no universo de modelos e manequins, a trama promete abordar assuntos delicados do universo feminino, como a anorexia e a bulimia. “Como na ficção, o objetivo maior não é informar ou formar, e sim divertir o público, cabe à comunidade médica esclarecer a população a respeito destes temas”, afirma a endocrinologista e nutróloga Ellen Simone Paiva, que a seguir faz algumas considerações sobre a anorexia nervosa.
O sintoma inicial: o medo é pavoroso. Medo de engordar. Ela sente-se ameaçada o tempo todo. Uma festa, um passeio, um almoço em família ou um encontro com os amigos na lanchonete. Tudo é motivo de risco e sofrimento. Risco de engordar. Então ela começa a mudar. Lentamente… Muitas vezes, a família nem percebe que aquela filha tão querida e tão equilibrada está passando por um grave processo psíquico, que a levará, progressivamente, a um estado de tamanha insatisfação com o próprio corpo, temor intenso de perder o controle sobre si e a uma necessidade desesperada de conter a ingestão de alimentos.

Possíveis causas: talvez os rigorosos padrões atuais de beleza possam estar envolvidos, talvez as experiências dos filhos ao compartilhar as dificuldades das mães que desejam sempre emagrecer, talvez a doença se origine no seio familiar de alguma forma, talvez influências genéticas… Certamente, não são somente estes fatores. A doença certamente tem causas mais complexas, a própria predisposição às graves distorções psíquicas. De acordo com a psicologia, há um grande vazio existencial e um grande apego ao corpo psíquico infantil, de modo que qualquer mudança corporal, perfeitamente normal na puberdade, seja percebida como ameaçadora.

fonte:[url=http://www.oliberal.com.br/oliberal/interna/default.asp?modulo=255&codigo=113447]www.oliberal.com.br[/url]

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.