Quando a ansiedade vira transtorno

Estima-se que mais de 15 milhões de brasileiros adultos apresentem sofrimentos graves relacionados à ansiedade patológica. Os Transtornos de Ansiedade (TA), entre eles, as fobias, o pânico e a obsessão compulsiva não têm causa definida e requerem tratamento específico com uso de antidepressivos e psicoterapia. Em Fortaleza, o Hospital de Saúde Mental de Messejana oferece atendimento aos portadores de transtornos ansiosos

Estima-se que mais de 15 milhões de brasileiros adultos apresentem sofrimentos graves relacionados à ansiedade patológica. Os Transtornos de Ansiedade (TA), entre eles, as fobias, o pânico e a obsessão compulsiva não têm causa definida e requerem tratamento específico com uso de antidepressivos e psicoterapia. Em Fortaleza, o Hospital de Saúde Mental de Messejana oferece atendimento aos portadores de transtornos ansiosos

Quem já não sentiu um friozinho na barriga ao pensar sobre o trabalho que precisa apresentar? Ou a sensação de que existe um relógio dentro de si que faz aumentar a necessidade de apressar os acontecimentos? Isso é ansiedade, um estado de preocupação relacionado a um perigo indeterminado, mas que todo mundo pode ter e que, segundo os especialistas, é normal. Porém, esse estado passa a ser considerado patológico quando os sentimentos de medo, preocupação ou pressentimentos ruins se tornam exagerados comprometendo as atividades funcionais do indivíduo.

Os ansiosos criam expectativas desnecessárias sobre os acontecimentos futuros, querem resolver situações antecipadamente e costumam ser pessimistas. A competição em busca do melhor emprego e vida pessoal estressada são alguns dos fatores que aumentam a ânsia de quem já sofre do problema.

O coordenador do Núcleo de Transtornos Ansiosos (Nuta) do Hospital de Saúde Mental de Messejana (HSMM), o psiquiatra Alexandre Sampaio, afirma que é preciso distinguir a ansiedade normal da patológica. ”Quando interfere no funcionamento do dia-a-dia é preciso tratar”. No Nuta, é realizado diagnóstico e, de acordo com o caso, o portador é encaminhado para o tratamento.

Estima-se que 20% da população está sujeita a um dos transtornos ao longo da vida. O quadro generalizado de ansiedade pode se manifestar por crises pontuais de taquicardia, mal-estar abdominal, tensão muscular, dores no peito, palpitações. Alexandre Sampaio, que também é psicoterapeuta, diz que a maioria dos TA se manifesta na adolescência ou no adulto jovem, mas que não há causa definida.

fonte:[url=http://www.noolhar.com/opovo/cienciaesaude/555582.html]www.noolhar.com[/url]

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.