Atendimento psicológico a crianaças hospitalizadas para preparação para o procedimento de aplicação de injeção

Esta apresentação refere-se ao relato de atendimentos psicológicos
realizados com crianças hospitalizadas no setor de pediatria em um hospital no
município de Araras. O início da assistência psicológica deu-se pelas
observações de crianças, durante o procedimento médico de aplicação de injeção.
Pela falta de repertórios comportamentais, as mesmas apresentavam comportamentos
concorrentes (comportamentos que proporcionam dificuldades, atrasos ou
impedimentos à execução do procedimento médico, como choramingar, chorar,
comportar-se de modo nervoso, agredir fisicamente, gritar, movimentar e fugir)
diante do estímulo considerado como aversivo (injeção). O objetivo desse
atendimento foi proporcionar às crianças expostas ao procedimento médico de
injeção a diminuição da freqüência de ocorrência desses comportamentos e o
aumento dos comportamentos adaptativos à situação (comportamentos que não
dificultassem, que tendessem a facilitação da execução do procedimento médico,
como !
falar, responder verbalmente, solicitar informações, olhar para outro estímulo e
auxiliar na execução do procedimento médico) promovendo assim, um aumento no seu
repertório comportamental. O procedimento psicológico ocorreu por meio da
manipulação de contingências que podiam estabelecer ou instalar comportamentos,
alterar padrões, assim como reduzir, enfraquecer ou eliminar comportamentos do
repertório do organismo. Através de arranjos ambientais específicos, como
aproximações sucessivas, desensibilização sistemática, modelagem, apresentação
de desenhos ilustrativos, informações sobre o procedimento, simulações,
relaxamento e da técnica de ensaio comportamental (brincar de médico) ocorreu um
aumento da probabilidade da alteração do comportamento, permitindo o
estabelecimento de repertórios comportamentais diferenciados. Em oito crianças
atendidas, verificou-se mudanças positivas no comportamento das mesmas em
relação ao procedimento médico de injeção e isso foi evidenciado atr!
avés de observações em campo, de declarações feitas pelas próprias crianças e
pelo reconhecimento do nosso trabalho no setor de pediatria, através dos
próprios profissionais.

Autores: Sarita Andreatto Rodrigues Faita; Maria Laura França; Rosana Righetto
Dias (O)

Instituição: Centro Universitário Hermínio Ometto (UNIARARAS)

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.
Comments are closed.