Exposição peri-natal ao flúor em ratos: possibilidade da ocorrência do imprinting

Ingestão de Flúor tem sido recomendado pelas suas atividades preventivas
na formação de cáries dentais, porém o Flúor está associado à diversos efeitos
tóxicos sobre o organismo humano. O fato de o Flúor atravessar a barreira
placentária e também poder ser excretado pelo leite materno é extremamente
preocupante, por causa da possibilidade de causar efeitos adversos no organismo
em formação ou em desenvolvimento pós-natal. O objetivo deste estudo foi
avaliar o desenvolvimento pós-natal de filhotes de ratas, expostas no período de
gestação e lactação, ao Flúor. Os animais foram divididos em dois grupos
experimentais: grupo controle que recebeu água normal e grupo tratado, que
recebeu água contendo 200 ppm de Fluoreto de Sódio no período peri-natal
(gestação e lactação). Os filhotes foram avaliados quanto ao seu desenvolvimento
somático (erupção de incisivos, descolamento das orelhas, descida dos testículos
e abertura de olhos), neuromotor (geotaxia negativa, pressão pa!
lmar e reflexo postural) e quanto à sua atividade neurocomportamental. De acordo
com os resultados obtidos até o momento podemos concluir que a exposição ao
Flúor no período peri-natal não provocou alterações no desenvolvimento somático
e neuromotor, porém modificações nos parâmetros relacionados à atividade
exploratória e à emocionalidade, sugerem neurotoxicidade e a possibilidade de
imprinting nos animais expostos.

Autores: CASTILHO, Heloisa Souza; CENCHI, Aline Tathiana; GRACIANI, Fernanda
Silva

Instituição: Unesp-Botucatu (CEATOX)

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.