Telefone celular não é brinquedo

Crianças não devem usar o celular, pois não há necessidade. As escolas devem proibir o uso na sala de aula e se esforçar para que a regra seja cumprida. Essa é a opinião de professores do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP).
Crianças não devem usar o celular, pois não há necessidade. As escolas devem proibir o uso na sala de aula e se esforçar para que a regra seja cumprida. Essa é a opinião de professores do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP).
“O celular coloca a criança numa imitação do mundo adulto muito cedo e alimenta a febre de um pequeno consumista”, adverte Yves de La Taille, professor do Departamento de Psicologia Escolar da USP.

Segundo La Taille, o aparelho prejudica o aprendizado e a socialização face a face. “O recreio é um momento importante, é uma pena que seja despedaçado por relações não presenciais”, diz.

O professor acha nocivo que os pais usem o celular para controlar os filhos. “Os pais devem confiar, não vigiar, isso só traz tensão, infidelidade e violência”, afirma. “Se você fica toda hora monitorando seu filho é porque não confia na educação que deu. É uma maneira doce de ser tirano.”

Os pais devem apoiar a escola, para ajudar a cumprir a norma que proíbe o uso do aparelho na sala de aula, afirma Leila Tardivo, professora do Departamento do Psicologia Clínica da USP. “É importante ter regras, a vida em grupo é assim.”

Crianças não devem ter celular, na opinião de Leila. “É preciso respeitar as necessidades da criança em cada fase, para garantir-lhe um crescimento saudável”, diz. “É perigoso queimar etapas, dar à criança mais do que ela pode suportar.”

Fonte: [url=http://ultimosegundo.ig.com.br/materias/mundovirtual/2283501-2284000/2283969/2283969_1.xml]www.ultimosegundo.ig.com.br[/url]

,

One Response to Telefone celular não é brinquedo

  1. Isabella Melo 10 de setembro de 2014 at 11:45 #

    tirei todas as duvidas que tinha.