Garotas alcançaram garotos no consumo de drogas, diz estudo

Uma nova análise de dados recentes sobre as tendências do uso indevido de drogas e álcool por garotas americanas foi divulgada pelo Diretor da Agência Nacional de Política de Controle de Drogas da Casa Branca – ONDCP (sigla em inglês), John P. Walters, a revista americana Seventeen e médicos especialistas em adolescentes.
Uma nova análise de dados recentes sobre as tendências do uso indevido de drogas e álcool por garotas americanas foi divulgada pelo Diretor da Agência Nacional de Política de Controle de Drogas da Casa Branca – ONDCP (sigla em inglês), John P. Walters, a revista americana Seventeen e médicos especialistas em adolescentes.
Ao contrário das crenças comuns de que os meninos correm mais risco de utilizar substâncias ilegais, os dados indicam que as meninas alcançaram os meninos no consumo de drogas ilícitas e álcool e até ultrapassaram os garotos no uso de cigarros e drogas de prescrição médica. Também há mais meninas que são novas usuárias de substâncias que meninos.

Apesar do uso dessas substâncias ter apresentado declínio nos últimos anos, a ONDCP e outros especialistas alertaram os pais, em uma coletiva de imprensa em Nova York, de que as garotas apresentam vulnerabilidades únicas, que podem levar ao abuso de substâncias. A pesquisa também indica que o uso de drogas e álcool pode ter um impacto mais profundo nas meninas, tanto fisicamente quanto psicologicamente.

As descobertas mostram que quando elas usam drogas ilícitas, a maconha é a mais comum, superando o uso de cocaína, heroína, êxtase e todas as outras substâncias somadas. E nos últimos dois anos da pesquisa (2003 e 2004), mais meninas começaram a consumir maconha, álcool e cigarros mais do que meninos.

A pesquisa mostra que as adolescentes usam drogas e álcool por razões diferentes dos meninos. Muitas meninas vivenciaram uma transição dramática na pré-adolescência, marcada por uma queda em sua auto-estima e autoconfiança. E elas também são duas vezes mais suscetíveis à depressão que eles. De fato, a avaliação mostra que as meninas tendem a consumir drogas ou álcool para melhorar o humor, aumentar a confiança, reduzir a tensão, lidar com problemas ou perder as inibições. Outra razão comumente citada para o abuso de substâncias pelas garotas é a perda de peso. Elas consomem pílulas de emagrecimento até quatro vezes mais que eles.

As meninas na adolescência são particularmente suscetíveis às conseqüências físicas e mentais do uso de substâncias, especialmente em um momento crítico de suas vidas, quando seus corpos e cérebros ainda estão se desenvolvendo.

Fonte: [url=http://www.antidrogas.com.br/mostranoticia.php?c=3133&msg=Garotas]www.antidrogas.com.br[/url]

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.