Consumo de álcool aumenta a cada década.

Um relatório da Sociedade Britânica de Gastroenterologia diz que a população do Reino Unido está, em média, bebendo mais do que nos últimos 90 anos, e que devido ao intervalo de tempo existente entre o consumo de bebida e o aparecimento de cirrose, a incidência desta doença relacionada ao álcool irá ter um aumento na próxima década.
Um relatório da Sociedade Britânica de Gastroenterologia diz que a população do Reino Unido está, em média, bebendo mais do que nos últimos 90 anos, e que devido ao intervalo de tempo existente entre o consumo de bebida e o aparecimento de cirrose, a incidência desta doença relacionada ao álcool irá ter um aumento na próxima década.
Segundo o Dr. Elwyn Elias, presidente da Sociedade, “há um retardo de 20 a 30 anos entre beber e ver os hospitais cheios das conseqüências da bebida”. Existem evidências atuais de que a ingestão de bebida alcoólica diminuiu nas décadas de 1930 e 1940, mas o consumo tem aumentado desde a década de 1960, e não há nenhum sinal recente de que ocorra uma diminuição.

De acordo com a Sociedade, as mortes causadas por doenças do sistema digestivo aumentaram em 25% desde a década passada. Morrem 22.000 pessoas a cada ano no Reino Unido, devido ao álcool, tendo o câncer de esôfago aumentado em 50% nos últimos 20 anos, além de um aumento de 50%, nos últimos 10 anos, na mortalidade por câncer no fígado.

Existem 1,1 milhões de pessoas dependentes da bebida alcoólica no país, e apenas 1 entre 18 viciados recebem tratamento para sua condição. Estima-se que para cada libra esterlina gasta no tratamento de um alcoólatra, sejam economizadas 5 libras esterlinas em tratamento de complicações decorrentes do uso do álcool.

Fonte: [url=http://boasaude.uol.com.br/news/index.cfm?news_id=6243&mode=browse]boasaude.uol.com.br[/url]

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.