Energéticos ‘mascaram efeitos do álcool’, aponta estudo.

As pessoas que misturam álcool com bebidas energéticas, como Red Bull, se sentem menos bêbadas do que realmente estão, sugere um estudo realizado no Brasil.
As pessoas que misturam álcool com bebidas energéticas, como Red Bull, se sentem menos bêbadas do que realmente estão, sugere um estudo realizado no Brasil.
Uma equipe de pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) comparou as reações em 26 homens, que ingeriram, durante três sessões, álcool, Red Bull ou uma combinação de ambos.

Quando foi bebida a mistura, eles se sentiram menos debilitados, mas testes físicos indicaram o contrário.

O estudo Alcoolismo: Pesquisa Clínica e Experimental foi feito por uma equipe de psicólogos da Universidade de São Paulo, sob direção da professora Maria Lúcia Souza Formigoni.

“No Brasil e em outros países as pessoas acreditam que Red Bull e outras bebidas energéticas evitam a sonolência causada pelo álcool e aumentam a capacidade para dançar a noite inteira”, disse a psicóloga.

“Em outras palavras, a pessoa está bêbada mas não se sente tão bêbada como realmente está.”

Uma porta-voz da ONG britânica Alcohol Concern disse que as pessoas precisam entender que a sensação de bem-estar não significa, necessariamente, que não foram afetadas pelo álcool.

“Esse é um pequeno estudo, mas destaca os riscos de beber em excesso e a segurança pessoal”, disse a porta-voz.

Já a porta-voz da empresa Red Bull observou que todos os problemas físicos relatados no estudo se referiam ao álcool e não à bebida energética e que a empresa não incentiva a mistura dos dois líquidos.

Fonte: [url=http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/story/2006/03/060327_redbullalcoolas.shtml]www.bbc.co.uk[/url]

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.