Dirigir e demência: o que você deve saber.

A demência é caracterizada por dificuldades do indivíduo de lembrar-se de coisas e fatos. A demência nos idosos é normalmente causada pelo Mal de Alzheimer. O Mal de Alzheimer faz com que os pacientes percam suas memórias aos poucos, até que depois de algum tempo o paciente não é capaz de cuidar de si mesmo.
A demência é caracterizada por dificuldades do indivíduo de lembrar-se de coisas e fatos. A demência nos idosos é normalmente causada pelo Mal de Alzheimer. O Mal de Alzheimer faz com que os pacientes percam suas memórias aos poucos, até que depois de algum tempo o paciente não é capaz de cuidar de si mesmo.
Pessoas que há pouco tempo sofrem de alguma demência, provavelmente não terão problemas ao dirigir. Porém, após um certo período, elas podem se perder facilmente, principalmente em áreas novas. Conforme o tempo vai passando (e a demência se agravando), essas pessoas podem ter problemas como trocar a marcha corretamente, não ser capaz de prestar atenção ao volante e ouvir o rádio ao mesmo tempo, e não ter reflexos aprimorados, para parar o carro numa emergência, por exemplo. Neste ponto é quando o motorista com demência torna-se perigoso.

Fique de olho nos sinais de demência. Eles incluem não ser mais capaz de se lembrar de eventos recentes, na repetição sistemática de perguntas, não saber a data ou a hora, e em ter problemas ao fazer atividades normais, como cozinhar ou fazer um telefonema.

Observe as mudanças na habilidade de direção da pessoa. Você se sente seguro quando está com esta pessoa no volante ? Você o deixaria levar seus filhos à algum lugar ? O carros desta pessoa tem aranhões ou danos ?

Se você acha que algum familiar ou amigo pode ter demência, fale com o seu médico. O médico irá checar se esta pessoa sofre de algum problema que pode afetar as habilidades no volante, ele poderá pedir exames ou pedir que a pessoa faça um exame de motorista.

Fonte: [url=http://www.aafp.org/afp/20060315/1035ph.html]www.aafp.org[/url]

Comments are closed.