Estudo: perfeccionistas são mais vulneráveis à depressão

A tendência de sentir que qualquer desempenho abaixo do perfeito é inaceitável, parece ser uma característica de personalidade estável, segundo um estudo na edição de abril do “Journal of Counseling Psychology”. Segundo o autor da pesquisa, Kenneth G. Rice, os perfeccionistas têm um fator grande de risco para a depressão, por exigirem demais de si mesmos.
A tendência de sentir que qualquer desempenho abaixo do perfeito é inaceitável, parece ser uma característica de personalidade estável, segundo um estudo na edição de abril do “Journal of Counseling Psychology”. Segundo o autor da pesquisa, Kenneth G. Rice, os perfeccionistas têm um fator grande de risco para a depressão, por exigirem demais de si mesmos.
Rice e a co-autora do estudo, Mirela Adina Aldea, mediram níveis de perfeccionismo e de depressão em 84 estudantes universitários, que participaram três vezes ao longo de 15 semanas. Na “Escala da perfeição”, os estudantes classificaram o quanto eles se identificaram com algumas afirmações, como “Fazer o melhor que eu posso nunca parece ser o suficiente”, ou “Eu nunca fico satisfeito com meu desempenho”.

No Centro para Estudos de Depressão, os estudantes indicaram com que freqüencia eles concordavam com afirmações do tipo “Eu acho que minha vida tem sido um fracasso”, ou “Eu tenho ataques de choro”.

Rice descobriu que algumas características perfeccionistas estavam fortemente associadas com depressão, como cobrar muito de si mesmo e nunca conseguir chegar à determinados padrões desejados; enquanto outras não têm relação com a depressão, como ter um padrão alto de desempenho em atividades sem auto-crítica.

Fonte: [url=http://www.apa.org/monitor/may06/perfectionists.html]www.apa.org[/url]

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.