Terapia é ineficaz para traumas de atentados, diz estudo

Moradores de Nova York que ficaram traumatizados com os atentados de 11 de setembro podem sair de uma sessão de terapia em um estado emocional igual ou pior, sugere um novo estudo.
Moradores de Nova York que ficaram traumatizados com os atentados de 11 de setembro podem sair de uma sessão de terapia em um estado emocional igual ou pior, sugere um novo estudo.
No entanto, os autores do estudo, do Departamento de Psicologia Clínica da Universidade de Amsterdã, deixam claro que a conclusão se aplica apenas a sessões únicas de terapia – que, ressaltam, não podem ser comparadas com tratamentos mais longos.

Os nova-iorquinos analisados tiveram consultas de três horas com psicólogos um mês depois dos ataques – a opção era oferecida diante do grande número de moradores da cidade que ficaram abalados com os eventos de 11 de setembro.

Pesquisas recentes indicam que 10% dos moradores de Nova York ficaram deprimidos nos dois meses posteriores aos atentados e cerca de 7,5% ainda sofrem com traumas associados aos eventos – ou com a chamada desordem do estresse pós-trauma (PTSD, na sigla em inglês).

Fonte: [url=http://www.bbc.co.uk/news/2005/020906_traumacg.shtml]www.bbc.co.uk[/url]

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.