Estudo mostra que menopausa causa tristeza nas mulheres

Quanto menos se sabe a respeito da menopausa, mais negativa é a opinião que se tem sobre essa fase da vida reprodutiva da mulher. O estudo, realizado pelo Ibope, mostrou que em 65% das entrevistadas, a menopausa gerava tristeza.
Quanto menos se sabe a respeito da menopausa, mais negativa é a opinião que se tem sobre essa fase da vida reprodutiva da mulher. O estudo, realizado pelo Ibope, mostrou que em 65% das entrevistadas, a menopausa gerava tristeza.
Das 2.002 mulheres consultadas com mais de 45 anos, em todo o Brasil, no ano passado, 76% estavam na menopausa. Mesmo assim, quase metade (43%) não havia procurado um médico para tratar da questão. Embora a maioria (88%) acreditasse que os sintomas poderiam ser aliviados, boa parte(76%) nunca havia feito uso da terapia hormonal (TH).

A pesquisa, intitulada “A Percepção das Mulheres em Relação à Menopausa e à Terapia de Reposição Hormonal”, demonstrou que a interrupção da menstruação não é vista pela brasileira como principal sintoma da menopausa – o que seria o correto. A maioria acredita que as ondas de calor e alterações de humor são os verdadeiros sinalizadores dessa fase. Um erro, pois tais sintomas se referem ao climatério, momento que antecede a menopausa.

Na opinião do ginecologista César Eduardo Fernandes, coordenador do estudo, a palavra menopausa é fortemente estigmatizada. “Muitas acreditam que ficam ‘menos mulher’. Confundem sexualidade com reprodução. Claro que a intensidade do desejo diminui com o passar do tempo, mas há tratamentos seguros para minimizar os incômodos e fazer com que levem uma vida sexual ativa.”

O importante é entender o que está acontecendo com o corpo, no período em que a produção do hormônio feminino (o estrogênio) cai drasticamente, chegando próximo a zero. Mudanças que ocorrem entre 49 e 51 anos.

Fonte: [url=http://ultimosegundo.ig.com.br/materias/saude/2389501-2390000/2389973/2389973_1.xml]http://ultimosegundo.ig.com.br[/url]

Comments are closed.