Filhos de mães autoritárias têm maior tendência à obesidade

Os filhos de mães autoritárias têm cinco vezes mais chances de terem sobrepeso ou de serem obesos desde a infância, revela um estudo da edição de junho da revista americana “Pediatrics”.
Os filhos de mães autoritárias têm cinco vezes mais chances de terem sobrepeso ou de serem obesos desde a infância, revela um estudo da edição de junho da revista americana “Pediatrics”.
A pesquisa também mostra que os filhos de mães muito permissivas ou negligentes têm duas vezes mais chances de serem gordos que aqueles que são educados com flexibilidade mas com certas regras bem definidas.

O estudo, realizado em 10 cidades americanas, foi feito com 872 crianças de entre 14 e 15 anos, 10% das quais tinham sobrepeso.

Para determinar o modelo educativo, os pesquisadores observaram a relação das mães com seus filhos desde que eles tinham 4 quatro anos.

De acordo com o estudo, 17% dos filhos de progenitoras muito rígidas desenvolveram sobrepeso aos 15 anos, ao passo que só 3,9% daqueles criados com flexibilidade, mas com disciplina, tiveram o mesmo problema.

Além disso, quase um de cada 10 filhos de mães indiferentes ou negligentes também tiveram sobrepeso.

Fonte: [url=http://ultimosegundo.ig.com.br/materias/mundo/2399001-2399500/2399274/2399274_1.xml]http://ultimosegundo.ig.com.br[/url]

,

Comments are closed.