Experiência com grupo de pais em UTI neonatal e pediátrico: uma abordagem interdisciplinar

O objetivo do grupo de pais em UTI pediátrica e Neonatal visa proporcionar uma compreensão da situação traumática vivenciada.

A assistencia a familia na UTI tona-se primordial e imprescindivel, o suporte emocional aos pais inicia-se com a hospitalização da criança, visando amenizar a ansiedade e angustia geradas pela doença. Os dados qualitativos foram produzidos a partir das falas das familias e profissionais, que participaram do grupo de pais na Unidade Intensiva Pediatrica e Neonatal.

A equipe responsavel pela coordenação do grupo de pais e composta por uma psicologa, enfermeiras, medicos e outros especialistas. Na analise dos depoimentos destacou-se freqüentes manifestações psíquicas relacionadas a internação e a doença, os processos emocionais desencadeados pela experiencia vivida apresentaram-se sob forma de sentimento de culpa, presente na fantasiade que a criança não foi adequadamente cuidada ou que algo foi erroneamente realizado.

O grupo de pais proporciona um espaço para a verbalização de sentimentos, dúvidas e tabus. Através das manifestações das familias, a equipe passou a perceber a real interação pais-filhos, facilitando assim a detecção de disturbíos emocionais, e permitindo uma abordagem preventiva diante do enfrentamento de situações críticas.

A abordagem grupal propicia a familia um importante canal para manifestações de sentimentos; ao compartilharem com outros familiares as mesmas dificuldades, fortalece a coesão grupal estabelecendo a interação da familia com a equipe interdisciplinar.

Ana Cristina Amaral do Nascimento
CRP 05/14954
PRONTOBABY – HOSPITAL DA CRIANÇA – RJ
II Congresso da Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar

Comments are closed.