Oficinas em todo país reúnem cerca de 5,5 mil pessoas

O Brasil precisa melhorar o atendimento prestado aos pacientes nos hospitais públicos do país. Mas, para isso, precisa formar profissionais capacitados para atuar no Sistema Único de Saúde (SUS). Pensando nisso, a Associação Brasileira de Ensino da Psicologia (ABEP), em parceira com o Departamento de Gestão da Educação em Saúde (DEGES), do Ministério da Saúde e o Sistema de Conselhos de Psicologia, promoveu encontros que reuniu diversos os atores da psicologia em torno temática “Diretrizes para a Formação em Psicologia e Saúde Pública: Fortalecendo a Presença da Psicologia no SUS”.
O Brasil precisa melhorar o atendimento prestado aos pacientes nos hospitais públicos do país. Mas, para isso, precisa formar profissionais capacitados para atuar no Sistema Único de Saúde (SUS). Pensando nisso, a Associação Brasileira de Ensino da Psicologia (ABEP), em parceira com o Departamento de Gestão da Educação em Saúde (DEGES), do Ministério da Saúde e o Sistema de Conselhos de Psicologia, promoveu encontros que reuniu diversos os atores da psicologia em torno temática “Diretrizes para a Formação em Psicologia e Saúde Pública: Fortalecendo a Presença da Psicologia no SUS”.
Na última semana, as Oficinas Regionais que foram realizadas em Cuiabá (MT), Campo Grande (MS), Curitiba (PR) e Taubaté (SP), encerraram a agenda de encontros da ABEP nos estados.

Ao todo, foram realizadas 37 oficinas em 22 estados e no Distrito Federal. A problemática da formação em saúde pública tomou forte dimensão entre os participantes e abriu o espaço para a discussão e construção de novas estratégias para melhorar a formação dos futuros profissionais de psicologia. Nas oficinas os participantes puderam trocar experiências e expor suas opiniões para, em conjunto, elaborar propostas que criam condições para inserir o serviço público na formação dos psicólogos.

Cerca de 5,5 mil pessoas, entre estudantes, professores e psicólogos participaram das Oficinas Regionais da ABEP em todo o país. 50% dos participantes eram professores e profissionais. Para fortalecer ainda mais as discussões os coordenadores dos cursos de psicologias das universidades e faculdades do país também foram chamados a participar das oficinas. Mesas redondas, palestras e conferências proporcionaram debates entre os participantes, o que foi fundamental para ampliar o diálogo entre as os estudantes, profissionais, instituições de ensino e as entidades de apoio à psicologia do país.

As propostas oriundas de todas os encontros regionais serão expostas na Oficina Nacional da ABEP que será realizada nos dias 27 e 28 de julho em São Paulo (SP). Os representantes eleitos em cada estado apresentarão as propostas resultantes dos debates nos encontros regionais. A partir da Oficina Nacional, a ABEP pretende construir estratégias regionais e nacionais para buscar a melhoria da formação dos futuros profissionais de psicologia.

Fonte: [url=http://www.abepsi.org.br]http://www.abepsi.org.br[/url]

About Marina Bellissimo Rodrigues

,

Comments are closed.