Dirigir melhora qualidade de vida

Um estudo, realizado com mais de 1.600 idosos americanos, acaba de demonstrar uma situação que já se suspeitava: a de que idosos que permanecem dirigindo se mantêm mais independentes e com menos chance de serem colocados em asilos.
Um estudo, realizado com mais de 1.600 idosos americanos, acaba de demonstrar uma situação que já se suspeitava: a de que idosos que permanecem dirigindo se mantêm mais independentes e com menos chance de serem colocados em asilos.
O estudo, publicado na revista American Journal of Public Health, de julho de 2006, analisou 1.347 indivíduos, à partir de 1993 a 1995, quando estas pessoas tinham entre 65 e 84 anos de idade. Foi feita uma análise da função mental e história médica individual. A cada 2 anos, até 2003, foram realizadas novas entrevistas telefônicas com os participantes.

Durante o estudo, 149 participantes, 9% do grupo, foram admitidos em asilos por mais de três meses.

Os resultados indicaram que, mesmo após levando a saúde em consideração, pessoas que nunca haviam dirigido, ou que haviam parado de dirigir, tinham uma possibilidade quatro vezes maior de serem admitidos para cuidados prolongados em asilos para idosos.

Fonte: [url=http://boasaude.uol.com.br/news/index.cfm?news_id=6490]www.folha.com.br[/url]

About Marina Bellissimo Rodrigues

,

Comments are closed.