Beber socialmente garante melhores salários, revela pesquisa

As pessoas que consomem álcool moderadamente têm salários significativamente maiores do que as que não bebem nada, segundo estudo realizado nos Estados Unidos e publicado pelo “The Journal of Labor Research”.
As pessoas que consomem álcool moderadamente têm salários significativamente maiores do que as que não bebem nada, segundo estudo realizado nos Estados Unidos e publicado pelo “The Journal of Labor Research”.
Segundo os pesquisadores, os homens que bebem socialmente ganham 10% a mais que seus colegas que não bebem. Já as mulheres têm salários 14% maiores.

“Beber socialmente constrói um capital social”, disse Edward Stringham, professor de economia na Universidade de San José e autor do estudo com a pesquisadora Bethany Peters.

“Os bebedores sociais estão fora construindo redes sociais, estabelecendo relações e fazendo contatos, o que resulta em cheques mais altos”, explicou.

No entanto, diferente dos homens, as mulheres que freqüentam bares pelo menos uma vez por mês não recebem salários maiores do que aquelas que não vão a estes lugares.

“Talvez as mulheres aumentem seu capital social de outras formas que não bebendo em bares”, disseram os pesquisadores, tentando explicar a diferença entre os resultados de cada gênero.

Os autores reconhecem que seu estudo, financiado pela fundação Reason, contradiz a pesquisa publicada pela faculdade de Saúde Pública da Universidade de Harvard, em 2000.

“Consumir álcool também pode dar oportunidade de aprender com as pessoas, fazer negócios e ter mais habilidades sociais”, disse Stringham.

Estas conclusões, segundo os estudiosos, servem de argumento contra as políticas que buscam reduzir o consumo de álcool nas universidades e eventos públicos.

Fonte: [url=ultimosegundo.ig.com.br]ultimosegundo.ig.com.br [/url]

About Marina Bellissimo Rodrigues

Comments are closed.