Excesso de trabalho pode causar hipertensão

Uma pesquisa telefônica, realizada em 2001, com mais de 24.000 trabalhadores do estado americano da Califórnia, mostrou resultados surpreendentes: quanto mais horas um indivíduo trabalha, maior a possibilidade de se tornar um hipertenso. Isso é o que revela um novo estudo, a ser publicado no número de outubro da revista Hypertension.
Uma pesquisa telefônica, realizada em 2001, com mais de 24.000 trabalhadores do estado americano da Califórnia, mostrou resultados surpreendentes: quanto mais horas um indivíduo trabalha, maior a possibilidade de se tornar um hipertenso. Isso é o que revela um novo estudo, a ser publicado no número de outubro da revista Hypertension.
Os investigadores sugerem que trabalhar por longas horas deixa um menor tempo para que a pessoa venha a se recuperar dos efeitos do trabalho. Horas mais longas podem significar mais bebida, cigarros, má alimentação e pouco exercício – fatores que se unidos estão ligados à hipertensão arterial e à doença cardiovascular.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia verificaram que, comparados com pessoas que trabalham de 11 a 39h por semana, aquelas que trabalham 40h têm uma possibilidade 14% maior de apresentarem hipertensão arterial. As que trabalham de 41 a 50h por semana têm uma possibilidade 17% maior de terem este problema. E aquelas que trabalham 51h ou mais, todas as semanas, apresentam uma possibilidade 29% maior de serem hipertensos.

As pessoas portadoras de hipertensão arterial não sabem que têm essa condição. Assim, é possível que este estudo, baseado em informações dadas pelas próprias pessoas, venha a denunciar o risco que as longas jornadas de trabalho produzem sobre o individuo.

Fonte: [url=http://boasaude.uol.com.br/news/index.cfm?news_id=6548]www.bibliomed.com.br[/url]

About Marina Bellissimo Rodrigues

Comments are closed.