Análise do Desenho da Figura Humana Realizado por Crianças Portadoras de Doença Oncológica

O objetivo deste estudo foi analisar através do desenho da figura humana os fatores psicológicos que permeiam a esfera emocional de pacientes oncológicos.

Utilizou-se como método uma amostra constituída de 66 crianças de ambos os sexos; divididos em dois grupos: experimental, composto de 33 crianças na faixa etária de 03 a 12 anos, todas portadoras de doença oncológica; e grupo controle, formado por crianças "hígidas", com igual faixa etária do grupo anterior, utilizou-se como recurso a técnica projetiva gráfica do desenho da figura humana, em uma escala de 12 itens, através dos índices emocionais (IE), propostos por Snyder & Gaston (1970), segundo estudos posteriores de Celli (1978), Lourenção Van Kolck & Janhen (1982), Cariola & Silva (1989), Cariola & Sant'anna (1993).

As provas estatísticas e as análises dos resultados apontaram que os indicadores de maior quantidade no grupo experimental foram os de nº 1 – rasuras quaisquer; 3 – figura rígida; 5 – mutilação; 6 – reforço das linhas; 10 – separação de partes do corpo; 12 – cicatrizes ou desfigurações.

Estes resultados diferenciaram os dois grupos e foi efetivo no sentido de prognosticar a existência de alto comprometimento emocional nestes pacientes. A criança portadora de problema oncológico produz maior quantidade de indicadores no DFH, do que as crianças "hígidas", demonstrando maiores dificuldades emocionais. A técnica do desenho da figura humana segundo Manchover (1949) e Koppitz (1976) mostra-se promissora para diagnosticar dificuldades emocionais em crianças com problemas orgânicos.

Recomenda-se a partir destes achados, a importancia de reforçar o aporte emocional a estes pacientes .

Estudos nesta área devem ser ampliados buscando alternativas para melhor compreensão dos fenômenos. As escalas de Snyder & Gaston mostram-se efetivas como índices prognósticos na avaliação do comprometimento emocional neste grupo de crianças.

Ana Cristina Amaral do Nascimento
CRP 05/14954
PRONTOBABY – HOSPITAL DA CRIANÇA – RJ
XXXI Congresso Brasileiro de Pediatria – 2000 – Fortaleza – CE

Comments are closed.