Ambiente Social determina hábito de fumar na adolescência

Durante anos, pesquisadores da Universidade Federal de Pelotas conduziram um estudo com objetivo de identificar fatores de risco que, presentes no início da vida, podem determinar se a criança se tornará um adolescente fumante.
Durante anos, pesquisadores da Universidade Federal de Pelotas conduziram um estudo com objetivo de identificar fatores de risco que, presentes no início da vida, podem determinar se a criança se tornará um adolescente fumante.
Os pesquisadores investigaram milhares de indivíduos, de ambos os sexos, desde o nascimento até os 18 anos. Nesta idade, 15% dos jovens, tanto rapazes como moças, fumavam diariamente. O tabagismo na adolescência se mostrou fortemente relacionado ao ambiente social no qual os indivíduos cresceram – questão que deve ser levada em conta para aumentar a eficiência das campanhas contra o cigarro. Os resultados do estudo estão na edição de fevereiro da revista Cadernos de Saúde Pública.

Fonte: Site Antidrogas

Comments are closed.