Consumo de chá verde poderia prevenir derrame cerebral

O derrame cerebral é uma doença grave, de instalação súbita, que além de cursar com elevado risco de óbito, associa-se com diversas seqüelas nos indivíduos acometidos. Grande parte dos derrames é secundária a lesões dos vasos sanguíneos que nutrem o cérebro, sendo os principais fatores de risco a pressão alta, diabetes mellitus mal controlado, tabagismo, alimentação rica em gordura, sedentarismo, colesterol alto, dentre outros.

O derrame cerebral é uma doença grave, de instalação súbita, que além de cursar com elevado risco de óbito, associa-se com diversas seqüelas nos indivíduos acometidos. Grande parte dos derrames é secundária a lesões dos vasos sanguíneos que nutrem o cérebro, sendo os principais fatores de risco a pressão alta, diabetes mellitus mal controlado, tabagismo, alimentação rica em gordura, sedentarismo, colesterol alto, dentre outros.

O consumo de chá verde poderia estar associado a um menor risco de ocorrência do derrame cerebral, segundo afirmam um grupo de pesquisadores australianos, que publicou um estudo na revista Complementary Therapies in Medicine, em Março de 2007. No entanto, diante da inconsistência dos achados de outros estudos, os autores desenvolveram uma pesquisa a fim de comprovar o real papel do consumo de chá verde, na diminuição do risco de derrame.

Os resultados divulgados demonstraram que o consumo regular de chá verde é realmente capaz de prevenir o surgimento do derrame cerebral. Porém, os autores ressaltam que mais pesquisas devem ser efetuadas, no intuito de definir que quantidade deve ser ingerida e que duração de consumo conferem tal proteção. Além disso, é necessário identificar a faixa etária que mais se beneficiaria.

Assim, conclui-se que devido ao seu baixo custo e acessibilidade, o chá verde poderia ser uma alternativa promissora para a prevenção dos derrames cerebrais.

Fonte: Notícias de Saúde

Comments are closed.