Flamengo x Corinthians

Esta coluna não pretende narrar nenhum jogo do passado destes dois times. Na verdade o foco está nas torcidas das agremiações. Para tanto gostaria de chamar a atenção do leitor para dois jogos, sendo um de cada equipe, e tendo como pano de fundo o mesmo campeonato: a Taça Libertadores da América.

Há dois pontos em comum que devemos observar: as torcidas dos dois times são consideradas as maiores do país (vantagem numérica da torcida do Flamengo), e nos dois jogos os times brasileiros foram eliminados. As semelhanças terminam por aí.

No dia 4 de maio de 2006, pelas oitavas de final da Lbertadores, o Corinthians recebeu a equipe argentina do River Plate no estádio do Pacaembu. No jogo de ida, na Argetina, o River havia vencido por 3 x 2. Isto obrigava o Corinthians a vencer por dois gols de diferença para permanecer no certame. Até que o jogo começou bem para o time brasileiro. Aos 38 do primeiro tempo Nimar abriu o placar para o Timão. Empurrado pela Fiel torcida o Corinthians parecia que iria conseguir reverter o placar do primeiro jogo. Porém… o segundo tempo foi todo do River que cravou 3 x 1 de virada, enterrando o sonho corintiano. O jogo nem sequer chegou aos 45 do segundo tempo pois a torcida se revoltou e tentou invadir o campo, sendo contida pela policia, numa das maiores batalhas campais da historia recente. Lembra-se das cenas de selvageria?

Pois bem. No dia 9 de maio de 2007, pouco mais de um ano depois do lamentável comportamento da torcida corintiana no Pacaembu, outra eliminação de time brasileiro ocorreu. Desta vez foi com o Flamengo, também pelas oitavas de final da Libertadores. No jogo de ida contra o Defensor do Uruguai, a equipe rubro negra perdeu por 3 x 0. Um placar elástico demais se consideradas as campanhas na fase de grupos das duas equipes. O Flamengo havia obtido a segunda melhor campanha entre todos da etapa de grupos, enquanto o Defensor classificou-se como o penúltimo em termos de desempenho.

No jogo de volta, no Maracanã, a torcida rubro negra lotou o estádio e apoiou o time do inicio ao fim. Precisando devolver o placar para levar aos pênaltis o Flamengo não apresentou um grande futebol porem, em noite inspirada de Renato, conseguiu marcar 2 x 0 logo no inicio do segundo tempo. Foi um martírio e, ao final, a equipe uruguaia não venceu porem levou a vaga. A torcida? Apesar da eliminação permaneceu no estádio ao fim do jogo, cantando e reconhecendo o esforço dos jogadores. Foi bonito de ver e emocionante mesmo para quem não é rubro negro.

Provavelmente o comportamento dos jogadores de Corinthians e Flamengo em campo colaborou para a diferença no comportamento das torcidas. Claro que a conquista recente do Campeonato Carioca pelo Flamengo deve ter amenizado a desclassificação.

Porém, a Fiel que me desculpe, mas a torcida do Flamengo foi maior não somente no numero de adeptos. Ganhou de lavada em termos de comportamento.

Comments are closed.