Poucas doses de ecstasy já afetam memória, diz estudo

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Amsterdã revelou que pequenas doses de ecstasy são suficientes para causar danos à memória.

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Amsterdã revelou que pequenas doses de ecstasy são suficientes para causar danos à memória.

O estudo, publicado na revista científica Archives of General Psychiatry, foi comandado pelo professor Ben Schmand e recrutou 188 voluntários que nunca haviam experimentado a droga antes, mas admitiram que o fariam num futuro próximo.

O grupo foi submetido a uma bateria de testes de atenção e de memória.

Dois anos depois, os pesquisadores analisaram novamente os voluntários, dividindo-os em dois grupos. O primeiro incluía 58 pessoas que admitiram ter experimentado a droga pelo menos uma vez e, o segundo, com 60 voluntários que não haviam tomado ecstasy. Os 70 restantes não participaram.

Em entrevista à BBC Brasil, o pesquisador Ben Schmund disse que, em média, os novos usuários haviam experimentado a droga três vezes e que a “baixa dose foi suficiente para afetar a memória”.

“A perda da memória é sutil, muitas pessoas nem percebem. Mas a pesquisa mostra que se elas nunca tivessem usado a droga, teriam tido um desempenho melhor”, avalia Schmund.

No novo teste, os dois grupos ouviam atentamente a uma lista com 15 palavras e tinham de repeti-las 20 minutos depois. Numa segunda etapa, a lista incluía 30 palavras e, novamente, os pesquisadores pediram aos voluntários que as repetissem 20 minutos mais tarde.

“Foi na segunda etapa que constatamos as maiores diferenças entre os dois grupos. Os novos usuários esqueceram várias palavras", conta o professor.

"Nós concluímos que mesmo pequenas doses de ecstasy estão associadas à diminuição da memória verbal”.

O estudo, que contou com o apoio do Ministério da Saúde holandês, teve como objetivo estudar os efeitos do ecstasy, droga considerada pesada e proibida na Holanda.

Serotonina

A principal razão para a perda da memória se deve à ação da droga, que diminui a quantidade da serotonina.

O hormônio é responsável por várias funções cognitivas, mas desempenha um papel importante para o aprendizado e a memória.

Também conhecida como a "droga do amor", o ecstasy provoca a sensação de euforia e geralmente é consumido em boates.

Fonte: BBCBrasil

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.