Fumo passivo de gestante causa problemas psicológicos nos filhos

Filhos de mulheres expostas à fumaça do cigarro durante a gravidez têm mais  problemas psicológicos, comparados com recém-nascidos de mães não expostas ao fumo passivo no pré-natal, segundo estudo da Universidade de Washington, nos Estados Unidos.
Filhos de mulheres expostas à fumaça do cigarro durante a gravidez têm mais  problemas psicológicos, comparados com recém-nascidos de mães não expostas ao fumo passivo no pré-natal, segundo estudo da Universidade de Washington, nos Estados Unidos.
A pesquisa sugere que a exposição da mãe pode estar ligada ao desenvolvimento de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, além de transtorno de conduta na criança. Um total de 171 crianças e 133 mulheres participaram do estudo, que comparou três grupos de crianças, entre 7 e 15 anos, com problemas emocionais e/ou comportamentais. E aqueles cujas mães fumaram ou foram expostas ao fumo passivo no trabalho ou em casa, apresentavam mais sintomas. Isso porque, segundo os autores, a nicotina afeta o desenvolvimento cerebral do feto.

Fonte: Boa Saúde

Comments are closed.