Depressão pode acelerar perda óssea em mulheres idosas

Mulheres idosas com depressão parecem perder massa óssea mais rapidamente do que aquelas que não sofrem desse problema, segundo nova pesquisa da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos
Mulheres idosas com depressão parecem perder massa óssea mais rapidamente do que aquelas que não sofrem desse problema, segundo nova pesquisa da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos
No estudo, os pesquisadores determinaram os sintomas depressivos em mais de 4 mil mulheres com 69 anos ou mais, além de medir, duas vezes, a densidade mineral óssea do quadril delas em 4 anos. E observaram que quanto mais sintomas depressivos elas têm, maior é a taxa de perda óssea. A densidade mineral caiu 0,96% por ano nas mulheres depressivas da pesquisa, comparada com uma queda de apenas 0,69% nas outras. Com isso, eles alertam que os médicos devem estar atentos aos sintomas de depressão nos idosos.

Fonte: UOL Blog

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.