Ansiedade e depressão na gravidez podem afetar sono do bebê

A ansiedade ou depressão da mãe durante a gravidez pode afetar o padrão de sono do bebê em seus primeiros anos de vida, segundo um estudo recente da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos.
A ansiedade ou depressão da mãe durante a gravidez pode afetar o padrão de sono do bebê em seus primeiros anos de vida, segundo um estudo recente da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos.
Os pesquisadores suspeitam que elevados níveis de hormônio do estresse, que marcam essas condições, podem moldar o desenvolvimento do cérebro do feto de uma forma que deixam os bebês com mais chance de ter problemas de sono. Os especialistas avaliaram 14 mil mães em relação a sintomas de ansiedade e depressão durante e depois da gestação e ao padrão de sono dos filhos a seis, 18 e 30 meses. E eles observaram que aquelas com mais sintomas na gravidez tinham filhos com mais problemas como o de acordar frequentemente durante a noite, ter dificuldade em “cair no sono” e, em crianças crescidas, a recusa em ir para a cama.

Fonte: UOL Blog

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.