Avaliação da ansiedade e depressão em mulheres obesas: Uma proposta de intervenção psicológica através de grupos terapêuticos

Marília Cammarosano*; Maria de Jesus Dutra dos Reis; Rozinaldo Galdino
Universidade Federal de São Carlos 

Atualmente a obesidade pode ser definida como uma doença crônica, que provoca ou acelera o desenvolvimento de muitas outras doenças e que causa a morte precoce (Bernardi, Cichelero & Vitolo, 2004), sendo também responsável por sérias repercussões psicossociais. A etiologia da obesidade é um processo multifatorial que envolve aspectos ambientais e genéticos (Pinheiro, Freitas & Corso, 2004). Um indivíduo pode ser considerado obeso quando apresenta o Índice de Massa Corporal (IMC, que é a divisão do peso em quilos pela altura em metros ao quadrado) acima de 30, sendo que um sobrepeso já é considerado para um IMC de 25 (Anjos, 1992).

Segundo Bernardi et al (2004), o comportamento alimentar apresenta bases biológicas e sociais e, associado, à obesidade, torna-se um processo ainda mais complexo pelos aspectos psicológicos envolvidos, os quais se expressam por meio de humor depressivo, ansiedade, sentimento de culpa e, também, por mecanismos fisiológicos, como a resistência ao jejum na vigência de dietas restritivas.

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.
Comments are closed.