Pode existir uma personalidade predisposta a desenvolver depressão

A depressão é uma enfermidade psiquiátrica bastante comum na população geral. Caracteriza-se pela presença de falta de interesse pelas atividades diárias, perda do prazer em realizar qualquer tarefa, choro sem motivo, sensação de culpa e autopunição, isolamento social, dentre outras manifestações clínicas. Merece tratamento e acompanhamento adequados, uma vez que eleva o risco de suicídio e conduz a repercussões negativas na qualidade de vida.
A depressão é uma enfermidade psiquiátrica bastante comum na população geral. Caracteriza-se pela presença de falta de interesse pelas atividades diárias, perda do prazer em realizar qualquer tarefa, choro sem motivo, sensação de culpa e autopunição, isolamento social, dentre outras manifestações clínicas. Merece tratamento e acompanhamento adequados, uma vez que eleva o risco de suicídio e conduz a repercussões negativas na qualidade de vida.

Um estudo publicado na Revista Brasileira de Psiquiatria, em Maio de 2007, por um grupo de pesquisadores brasileiros, investigou a possível relação entre o estresse e alterações hormonais, que comporiam uma personalidade mais susceptível a desenvolver quadro depressivo.

Os resultados divulgados revelaram que o estado depressivo relaciona-se com elevação dos níveis sanguíneos de hormônios de estresse em alguns pacientes. Este achado é mais freqüente dentre os portadores de quadros depressivos mais graves. Uma alteração genética endógena contribuiria para o desenvolvimento de personalidade de risco para a depressão, a qual é consolidada pelos abusos ou negligência durante a infância e perda dos pais em idade precoce.

Fonte: Notícias de Saúde

 

,

Comments are closed.