Neuro-Transmissor

O Nascimento da Neurociência

Até o século XIX, acreditava-se que a mente estava localizada nos espaços ventriculares do cérebro. Esta hipótese surgiu a partir dos estudos anatômicos
do médico romano Galeno (130 – 200 d.C.), que se apoiava na afi rmação do fi lósofo grego Aristóteles (384 –322 a.C.), que dizia que a personalidade e os
sentidos estavam localizados dentro da cabeça, e foi incorporada pela Igreja Católica aproximadamente no século IV. Esta hipótese começou a sucumbir quando a austríaco Franz Gall (1758 – 1828) propôs que diferentes funções mentais alojavam–se em diferentes regiões do córtex. Gall acreditava que o cérebro era uma sofi sticada máquina produtora de comportamentos,
pensamentos, emoções e que o córtex cerebral era um conjunto de órgãos com diferentes funções. Ao dividir a mente em 27 faculdades localizadas em órgãos cerebrais, Gall iniciou o que chamou de Frenologia ou “estudo da mente” e propôs, então, que seria possível medir as funções mentais através das protuberâncias do crânio. Este fato levou a sua expulsão de Viena, porque o cérebro não era aceito abertamente como órgão da mente. Em Paris, dois anos após sua expulsão de Viena, suas idéias bateram de frente com a proposta de Georges Curvier (1769 – 1832). Curvier afi rmava que o cérebro servia para receber impressões dos sentidos pelos nervos e transmiti-las ao espírito, e Gall foi rejeitado pela

Academia de Ciências. Por mais infundada que fosse a proposição de Gall de medir as funções mentais a partir das protuberâncias do crânio, recebeu crédito por ser o primeiro a afi rmar que o cérebro é o órgão da mente e que as funções tinham localização em diferentes áreas do córtex. Como cada parte do córtex está relacionada com uma função diferente, é possível provocar defi ciências especifi cas no comportamento animal através da remoção de
porções do córtex cerebral. Com isso os cientistas começaram a provocar lesões em animais de laboratório e observar suas conseqüências, as
quais dependiam da localização da lesão. Inicia– se, então, a Neurociência.

João Roberto é aluno de Psicologia – UPM/SP.
[joaorssil@ig.com.br]

About Rudemberg de Almeida Mendonça

Comments are closed.