SP deverá ter cadeia para jovens de 18 a 24 anos

O secretário executivo do Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci), Ronaldo Teixeira, afirmou na noite desta quinta-feira que a região metropolitana de São Paulo terá um presídio construído para receber apenas presos jovens, com idades entre 18 e 24 anos.
O secretário executivo do Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci), Ronaldo Teixeira, afirmou na noite desta quinta-feira que a região metropolitana de São Paulo terá um presídio construído para receber apenas presos jovens, com idades entre 18 e 24 anos.
"Teremos um estabelecimento penal especial imediatamente para que possamos dar assistência aos jovens e verdadeiramente ressocializá-los. Porque esse estabelecimento penal terá sala de aula, informática, área de esporte e lazer e um auditório para cultura e arte", disse Teixeira.

Segundo ele, falta apenas o governo do Estado disponibilizar um terreno para que os estudos de implantação tenham início.

O secretário apresentou o programa no Fórum Metropolitano, que congrega as 39 cidades da região metropolitana da capital paulista. Inicialmente, estava prevista a presença do ministro da Justiça, Tarso Genro. O governador de São Paulo, José Serra, foi convidado mas não compareceu ao evento. Ele foi representado pelo secretário de Segurança Pública do Estado, Ronaldo Marzagão.

Para Marzagão, a apresentação mostrou "um conjunto de princípios que precisa ser mais bem examinado" antes que se possa emitir uma opinião.

O secretário paulista destacou que o governo federal não liberou recursos para os projetos encaminhados pelos governo paulista para a área de segurança. "Encaminhamos projetos das três polícias (Militar, Civil e Técnico-Científica) e estamos aguardando a decisão. Em 2007 ainda não recebemos nennhum dado concreto a respeito de eventual liberação (de verbas)". O Pronasci aplicará R$ 6,707 bilhões até 2012.

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (Democratas), enalteceu a união de esforços nas esferas federal, estadual e municipal para combater a violência. "A prefeitura de São Paulo tem uma equipe de trabalho multisecretarial que avalia a nossa integração com este programa e que será levado, assim que concluído, ao Ministério da Justiça", afirmou.

Fonte: Terra

Comments are closed.