Estamos diante de uma nova ética?

A palavra ética significa: modo de ser caráter como forma de vida do homem. Ética é forma de vida do homem. É forma de proceder e comportar-se no meio social. Portanto, ética é a relação do homem com seu meio social. Como teoria, a ética estuda o comportamento moral, mas não se confunde com ela.
Hoje em dia, tal confusão tem ocorrido. E perderam seu significado social. Limita-se a ética aos códigos profissionais, reduzindo-a a um conjunto de normatizações e direcionamentos. O comportamento humano reduzido ao ditado: “os fins justificam os meios”.

Propagam-se as campanhas de obtenção do sucesso pessoal e material a qualquer custo e a ética relegada a um plano inferior, deixando de ser uma orientadora do comportamento humano como antes. Mas uma nova ética vem surgindo, diante do compromisso inadiável do ser humano com o ambiente e com as relações que trava diante dele.

Uma gama de estudos científicos conclui que o homem faz parte da natureza. Da teoria Darwiniana que descentra o homem de seu egocentrismo para colocá-lo numa cadeia evolucionaria à polêmica teoria de Gaia de Lovelock, para a qual a terra e um ser que pulsa em vida plena com todos os seus seres.Estamos vivendo um novo paradigma ético.

A ética ambiental, diferente da ética tradicional pode ser definida como um comportamento e uma responsabilidade do ser humano diante da natureza. Uma nova forma de comportamento e uma nova esperança de vida surgem.

Dai, a importância da bioética para a psicologia. Afinal, esta nova ética reflete-se em ações, isto e, na responsabilidade do sujeito: homem consciente de sua posição diante da vida no planeta.

About Deise Dias de Souza

Psicanalista, graduada em psicologia, especialista em Bioética pela UFLA e psicologia hospitalar pelo Conselho Federal de Psicologia. Mestre em Estudos psicanalíticos pela Universidade Federal de Psicologia.
Comments are closed.