R$ 6 milhões para o financiamento de pesquisas em temas prioritários para a Saúde da Mulher: o aborto e a gravidez na adolescência

Os Ministérios da Saúde e da Ciência e Tecnologia investirão R$ 6 milhões para o financiamento de pesquisas em temas prioritários para a Saúde da Mulher: o aborto e a gravidez na adolescência.
Os Ministérios da Saúde e da Ciência e Tecnologia investirão R$ 6 milhões para o financiamento de pesquisas em temas prioritários para a Saúde da Mulher: o aborto e a gravidez na adolescência.

O objetivo é apoiar atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação, mediante o apoio financeiro a projetos que visem a suprir lacunas do conhecimento no tema. A data-limite para submeter as propostas é 11 de novembro.

Do total de recursos que serão aplicados em bolsas, equipamentos, materiais bibliográficos, passagens e diárias dos pesquisadores, 30% serão destinados a projetos desenvolvidos por pesquisadores vinculados a instituições de ensino superior ou de pesquisa, sediadas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

As propostas poderão ser submetidas por pesquisadores com título de doutor, vinculados a instituição de ensino superior, institutos ou centros de pesquisa e desenvolvimento, públicos ou privados, nacionais.

“Determinantes biopsicossociais e repercussões da gravidez na adolescência”, “Direitos sexuais e reprodutivos na adolescência: prevenção à gravidez não desejada”, “Atenção ao ciclo gravídico-puerperal na adolescência”, “Aborto e morbidade”, “Avaliação de políticas e práticas de atenção e cuidado” e “Determinações sociais e culturais do aborto” serão algumas linhas de pesquisa apoiadas.

Mais informações: www.cnpq.br/editais

Fonte: Agência FAPESP

,

Comments are closed.