Déficit Em Habilidades Sociais: Acompanhamento Psicológico Com Uma Paciente Com Diagnóstico De Esclerose Múltipla.

Keiteuicia Guidolim*; Raquel Deperon; Centro Universitário Hermínio Ometto – Curso de Psicologia Adriana Said Daher Baptista. Centro Universitário Hermínio Ometto – UNIARARAS

Foi realizado um encaminhamento ao Serviço de Psicologia da Saúde, uma paciente com 23 anos com diagnóstico de Esclerose Múltipla. O encaminhamento por escrito continha os seguintes dados: “a paciente chora constantemente durante as sessões e relata ter dificuldades de se relacionar socialmente pela doença”. O acompanhamento psicológico se deu em 28 atendimentos individuais, semanalmente. A avaliação psicológica partiu de uma triagem com a paciente tendo como queixa: “não saio de casa, não trabalho e não estudo mais, enquanto, minha irmã e amigas estão fazendo tudo o que não posso”; e, “as pessoas vão me olhar estranho, porque estou andando estranha”. Sendo assim, deu-se início a avaliação funcional desses comportamentos, sendo observado um padrão de comportamento: falta de repertório comportamental em enfrentar as novas condições e auto-regra afetando as relações com as outras pessoas.

Para o enfrentamento das situações supracitadas, utilizou-se modelagem, ensaio comportamental, modelação, instrução e orientação. A partir do acompanhamento psicológico a paciente, retomou as atividades sociais de forma gradativa, com a família e amigos. Participou de um processo seletivo para secretária, sendo selecionada. Com isto, pode-se concluir que o acompanhamento psicológico com a utilização de intervenções comportamentais trouxe ganhos de repertórios e adequação nas atividades sociais verbalizados pela paciente.

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.
Comments are closed.