O Treino De Habilidades Sociais Na Terceira Idade: Um Breve Relato De Caso

Sheila Cruz, Ana Carmen Oliveira, Tatiane Yonezawa Silva, Luciany Ap. Magalhães Gurgel Uninove

O aumento considerável de pessoas idosas na população, nas últimas décadas proporcionou o aumento de estudos científicos sobre o envelhecimento. Estes estudos visam garantir a melhora na qualidade de vida em pessoas idosas. Sabe-se que uma boa qualidade de vida não se trata somente de bem-star físico, mas também é produto de uma relação interpessoal saudável. As habilidades sociais permitem uma melhor interação e conseqüentemente mudanças sociais e individuais. Com base em 20 itens que podem ser utilizados para identificar habilidades sociais, como por exemplo, 1. iniciar conversação, 2. encerrar conversação, 3. fazer pedidos sem conflito de interesses, 4. fazer pedido com conflito de interesse, 5. fazer pedido de mudança de comportamento, 6. recusar pedidos, 7. responder a críticas, 8. expressar opiniões pessoais, 9. expressar afeto, 10. fazer elogios, 11. receber elogios, 12. Defender os próprios direitos em situações as quais são oferecidos serviços insatisfatórios, 13. Convidar alguém para um encontro, 14. Conversar com uma pessoa que está revelando um problema, 15. fazer perguntas, 16. cumprimentar alguém, 17. cobrar dívidas, 18. Habilidade de lidar com pessoas com atitudes grosseiras, 19. expressar sentimento positivos, 20. expressar sentimentos negativos, o presente estudo tem como objetivo proporcionar oportunidades para investigar situações nas quais os idosos apresentaram facilidades e dificuldades de se comportar de forma socialmente habilidosa.

As abordagens foram feitas de acordo com a proposta da Análise do Comportamento, respeitando as limitações do tempo de trabalho, da capacidade intelectual do idoso e a manifestação de interesse pelos próprios idosos e utilizado como referencial para intervenção o Treino de Habilidade Social, que consiste em modelação, ensaio comportamental, instrução e feedback desenvolvido por Caballo em 1999. Foi possível observar uma melhora no desenvolvimento das habilidades sociais no decorrer do trabalho e um aumento de habilidades sociais nos idosos que participaram do programa. Pode-se concluir assim que a habilidade de interagir socialmente é fundamental para o idoso. Tanto para manter quanto para conquistar novas redes de apoio e garantir melhor qualidade de vida.

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.