Crianças que dormem mal têm distúrbios de comportamento e da memória

A revista Current Opinion in Pulmonary Medicine, em seu número de novembro deste ano, publicou os resultados de pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Louisville, Estados Unidos, a respeito da possível associação entre distúrbios do comportamento e problemas do sono em crianças.
A revista Current Opinion in Pulmonary Medicine, em seu número de novembro deste ano, publicou os resultados de pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Louisville, Estados Unidos, a respeito da possível associação entre distúrbios do comportamento e problemas do sono em crianças.

De acordo com os investigadores, parece haver uma relação entre desordens comportamentais e a presença de distúrbios do sono, como a apnéia obstrutiva do sono. Cientistas acreditam que períodos intermitentes de hipóxia e fragmentação do sono, como os apresentados por pessoas que têm apnéia obstrutiva do sono, podem prejudicar a memória, a atenção e até mesmo a inteligência, de forma acumulativa.

Os autores consideraram que provavelmente há uma forte relação entre determinados distúrbios do sono e o desenvolvimento de problemas como a hiperatividade e transtornos do humor. Além disso, acreditam que o problema comportamental se agrava segundo a severidade do problema do sono.

Segundo essas conclusões, não somente a genética, mas também os fatores ambientais, poderiam estar associados ao desenvolvimento de transtornos neurocomportamentais, incluindo aí os distúrbios do sono.

A compreensão dessa inter-relação, conforme afirmam os pesquisadores, será o passo fundamental no estabelecimento de estratégias terapêuticas para as crianças que apresentam esses problemas.

Fonte: Notícias de Saúde

Comments are closed.